Complexo de Sininho e Complexo de Wendy

Esse texto eu li há tantos anos, e ainda me lembro dele o tempo todo quando olho pra mim mesma e meus relacionamentos e minha vida. Deveria ser uma verdade sobre todos os relacionamentos desse mundo contemporâneo e gelado…

Mas ultimamente não quero Peter Pans, e sim um dos Garotos Perdidos… Tou meio cansada de ser Sininho…

Retirei o original do site http://www.mulherzinhagirlie.blogspot.com/

Escrito por Bruna Paixão.

Outro dia eu estava na praia, tomando água de coco e pegando um bronze. Não tinha nada pra fazer e simplesmente adorava isso; inclusive estava me perguntando por quê não tinha nascido milionária. Era uma pergunta sem resposta. Virei para meu companheiro de praia, sentado na cadeira ao lado, e declarei: “Sabe de uma coisa, acho que sofro de um enorme Complexo de Peter Pan.” Ele respondeu que Complexo de Peter Pan era só pra homem, que nesse caso eu teria que sofrer de Complexo de Sininho. Eu disso: “Então, que seja de Sininho. O negócio é que eu não quero crescer.”

Meu amigo perguntou por quê. Ele, como representante legítimo do Complexo de Peter Pan – nós andamos em grupo – estava querendo saber se eu tinha características suficientes para ser uma complexada. “Muito simples, posso dar a você uma lista”, eu disse. Ele me desafiou com um: então comece. E nós, eternas crianças, saímos do controle quando somos desafiadas.

Pra começar, eu tenho 25 anos e ainda moro com os meus pais. Tudo bem, em parte isso é culpa da realidade sócio-econômica do nosso país, que faz com que seja muito mais difícil para os jovens brasileiros adquirirem seu cantinho de liberdade do que é na Europa, por exemplo. Mas existe uma outra coisa por baixo disso… Existe a comodidade. Uma das principais características dos que querem viver na Terra do Nunca.

Outra coisa: saio para o mesmo tipo de bar e boate desde que eu tenho 16 anos. Juro. Hoje confesso que fico um pouco deprimida quando vou a uma festa e ouço as mesmas músicas que tocavam na Basement, inferninho carioca que inaugurou a minha boemia. Já se passaram 6 anos, caramba, e o povo ainda está ouvindo isso? Depois eu penso: “que se dane” e fico cantando Candy, do Iggy Pop, no meio da pista.

Terceiro ítem: não tenho nenhuma maturidade para relacionamentos sérios. Toda vez que arrumo um namorado que dura mais de seis meses, a cena se repete: ciúmes, possessão, etc etc. Quando alguém me diz namora há oito anos, eu acho que a pessoa é um ser iluminado. Porque eu imagino que relacionamentos longos devem significar entendimento mútuo e amadurecimento – ou seja, incompatíveis comigo. E aí está a minha quarta característica infantil: acreditar que homens e mulheres podem se entender e se respeitar.

O ponto definitivo para a conclusão de que realmente eu sofro de Complexo de Sininho é a atração irresistível por homens com Complexo de Peter Pan. Tão complicadinhos. Com medo de tudo. Tão extremamente freaudianos e édipos, procurando a mãe na figura feminina de cada esquina…

Não sou só eu que gosto de homens assim. Elas também gostam. Elas, as mulheres- absolutas. As que são centradas e têm jeito de mãe. As que exibem sempre conselhos sensatos para horas de desespero. As Complexo de Wendy!

Conheço poucas assim – elas não se misturam com tipos como eu. Mas sei que existem. Elas andam com segurança e fazem mais dinheiro do que eu farei aos 30. Geralmente elas têm cabelos lisos. Tudo em suas vidas é centrado e pesado e discutido com a boa e a má consciência. A única situação que escapa do controle dessas mulheres é o amor pelos Peter Pans.

Esses homens que nunca crescem despertam a mãe que mora dentro das Wendys. Elas já eram loucas pra soltar esse lado há muito tempo e de repente – voilá – têm a oportunidade perfeita nos Peter Pans. Esse casal se completa. Ying e Yang. Positivo e Negativo. Quando se encontram, são felizes para sempre.

Peraí, e as Sininhos? Bom, as Sininhos não são seres humanos. Elas podem ficar sozinhas (e amaldiçoar até a morte a oponente Wendy). Aliás, ninguém nunca sabe quando uma Sininho está triste ou alegre. Porque, nos dois casos, ela passa glitter nos olhos e sai pra dançar. Geralmente a mesma música que tocava há seis anos na Basement.

About these ads

15 responses to this post.

  1. Posted by Vinicius on 23 de outubro de 2008 at 00:37

    (nossa..quase n termino XD). comentários neste post são comprometedores =P.

    Brincadeira…mas relacionamento é uma coisa bem complicada, e ao mesmo tempo muito relativa. Uma vez que se depende de duas pessoas. As vezes tu se doa todo(a) pra um relacionamento e no final a outra pessoa tá pouco se fudendo praquele esforço todo (ou ao menos não demonstra). E outra vez tu n faz nada, mas mesmo assim a outra pessoa te enche de carinho e tals (quase o outro lado da moeda do fato anterior).

    Mas existem algumas vezes que tu tira a sorte grande…e consegue achar alguem que de fato se importe com vc e retribua da mesma forma todo seu esforço.

    Responder

  2. Isso é psicologia pura.

    existe sim, Síndrome de Peter Pan, é uma patologia real, mas ela não é tão bonitinha quanto ela diz ali, ela é mais desastrosa.

    Ela que faz os caras com 30 anos na cara, serem uns vagabundos metidos a playboy :P

    Existe também a síndrome de cinderela, no caso das mulheres :)

    Se tu quiseres eu tenho vários livros de psicologia aqui xD

    Mas é legal o texto, pena que não remete mais à sociedade atual. (pelo menos a nossa)

    Responder

  3. Posted by Wendy on 15 de dezembro de 2008 at 22:46

    Adorei seu artigo.
    Mas tem um senão… Peter Pan e Wendy? Felizes para sempre? Acabei de ser deixada pelo meu Peter. Queria que ele voltasse… Não sei o que houve?! Se nesses 20 anos de casamento e um filho de 16, se êle cresceu e se cansou daWendy ou se me vendo cansada de ser Wendy, invejando Cinderela, fugiu de mêdo para a Terra do Nunca… Sobre a possibilidade da volta dêle, você arriscaria um palpite?

    Responder

  4. Nao da p esquecer ttbm q a sininho eh uma apaixonada pelo proprio amigo….o q dificulta mais o relacionamento…pelo menos no meu caso q tbm sofro com esse complexo…rs….
    abraços

    Responder

  5. Posted by Melina on 2 de março de 2009 at 08:11

    Oi, adoreiiiii o seu texto!
    E saiba que muitas vezes me sinto exatamente como vc se descreve viu?
    Digamos que me vi escrevendo rs
    Gostaria de saber onde vc procurou fontes sobre o complexo de Sininho ou Wendy, que são as mesmas coisas né?
    Estou fazendo meu tcc baseado no Complexo de Peter Pan, mas como provavelmente farei para um público feminino, estou pensando em chamá-lo do Complexo de Sininho…
    E estou procurando fontes… se souber favor me mandar pro meu email?
    Grata
    Beijoss

    Responder

    • Posted by Lee Lawliet on 2 de março de 2009 at 14:28

      @Melina
      Me agrada saber que gostou do texto, mas ele não é de minha autoria, e sim da Bruna Paixão. Eu não tenho o contato dela, pois o blog dela foi desativado. Mas tenho certeza que seu TCC será muito bom, se você usar o tema ‘complexo de sininho’. Me interesso em lê-lo depois!!! =)
      Sinto não poder lhe ajudar melhor. =/
      Abraços e boa sorte!

      Responder

  6. Posted by Meg Castrezana de Assis on 9 de abril de 2009 at 02:50

    * Olá! Tudo bem com vocês? Legal! Espero que sim! Eu estava procurando sobre essa literatura que fala específicamente de Wendy e Peter Pan, pois já li esses livros a muitos anos atrás e agora gostaria de indicar a algumas pessoas, mas não sei direito o título e menos ainda os autores, portanto o meu pedido é o seguinte caso alguém saiba, entre em contato pelo meu email, ok? Desde já obrigada!

    Responder

  7. CAraca….
    achou mais uma com comprexo de sininho…

    eu tava procurando o nome da sininho em ingles… e sou interessada em psicologia…
    mas fiz engenharia….

    Me enquadro perfeitamente na sua descrissão!!

    TOu assustada!

    Responder

  8. Belo blog sobre psicologia!

    Frequentarei aqui mais vezes!

    Esse post realmente tem a ver com o que eu procuro sobre psicologia!
    Complexos sempre são muito interessantes e de ótima valia! Parabens!

    se quiser que eu publique algo de sua autoria, é só falar que eu coloco no meu blog com sua identificação e endereço do blog!

    da uma olhada no http://psicologiaparatodos.16mb.com

    abraços!

    Responder

    • Hi, Gabriel
      Então, não fui eu quem escrevi isso, e sim uma moça chamada Bruna, eu só republiquei.
      E meu blog é mais desabafo, terapia particular de pobre que não pode pagar uma terapia cognitivo-comportamental, prá ver se melhoro como pessoa.
      E o meu blog serve para isso.
      Se achar que alguma coisa aqui é útil prá ti, fique a vontade de usar.
      Abx

      Responder

  9. Posted by nise costa on 22 de novembro de 2010 at 00:35

    Eu tenho o livro complexo de peter pan, já li, principalmente quando estava nessa fase; meio Wendy e mais Sininho. Atualmente, já casada, até porque Wendys/Sininhos casam-se também, me sinto entre uma e outra, Sininho e Wendy, tem que haver equilíbrio. Certo que há momentos que sou MAIS Sininho, jogo tudo para o alto, filhos e marido e dou uma viajada no passado. O site me fez relembrar, O livro é de Dan kyley Sindrome de Peter Pan.

    Responder

    • Oi Nise
      Eu achei esse post num blog antigo, que nem funciona mais, e publiquei porque é como me sinto.
      Eu comecei a ler a síndrome do Peter Pan, mas acabei tendo outros compromissos e tive que largar de lado.
      Mas todo mundo me recomenda, hora dessas eu pego pra ler de novo ^^
      Obrigada pela visita.

      Responder

  10. Posted by Lia on 9 de abril de 2011 at 13:14

    vc escreve mt bem :)

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: